+ Notícias

  • Crédito: AP

    Pocono, a pista mais perigosa da IndyCar, voltou a ter acidente grave na prova de domingo.

Indy: acidente em Pocono leva piloto a hospital

Um ano depois da colisão que deixou Robert Wickens parapléglico pista volta a ter colisão grave
Por: Redação - 19/08/2019 08:32:05

A IndyCar correu em Pocono neste domingo. O australiano Will Power, da Penske, ganhou pela 3ª vez na pista, mas o que marcou foi o acidente envolvendo cinco carros, e que relembrou a colisão de 2018, a qual deixou o canadense Robert Wickens paraplégico.

Desta vez, a batida foi causada pelo japonês Takuma Sato, que envolveu os carros de Alexander Rossi, Ryan Hunter-Reay, James Hinchcliffe e Felix Rosenqvist. Do grupo, apenas Rosenqvist foi transportado de ambulância a um hospital, mas liberado em seguida.

Apesar de a direção da prova ter inocentado os envolvidos no acidente, os pilotos culparam Takuma Sato por uma manobra de ultrapassagem arriscada em um dos pontos críticos do oval. A pista é considerada a mais perigosa da Indy e em 2015 levou Justin Wilson à morte.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade