Fórmula 1

  • Crédito: Getty Images Sport

    Vettel dispara contra a F1 e suas regras.

Vettel: "F1 é uma bagunça"

Alemão chama Fórmula 1 de bagunça e critica excesso de regras
Por: Redação e agências - 08/07/2019 11:48:32

Sebastian Vettel terminou na primeira colocação, mas não venceu o Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1 por conta de uma punição. Após a prova, o alemão da Ferrari não escondeu a insatisfação, e até agora parece não ter digerido bem o fato.

Em declarações ao site Inside Racing, Vettel criticou de forma dura a organização da categoria, contestando os critérios de punições durante as corridas.

“Penso que o problema hoje é que temos tantas regras que a F1 está tentando escrever e que você não pode escrever. É simplesmente uma bagunça, não consigo pensar em nenhum outro esporte no qual, caso a caso, as coisas sejam exatamente as mesmas”, disse.

O alemão ainda voltou a reiterar suas críticas, pedindo uma maior liberdade aos pilotos sobretudo no quesito ultrapassagens.

“As coisas são sempre um pouco diferentes. E no nosso esporte, é difícil colocar tudo e todos os resultados possíveis por escrito. Precisamos simplificar e dar liberdade para competir uns com os outros”, completou.

Compartilhe



Veja também...

2 Comentários

  1. SergioDiz:

    Penso que você controlar um carro a 200, 300 ou quase 400 km/h não deve ser muito fácil, algum esfrega vai ter, isto é risco assumido, quem não quer correr risco não deveria participar de um esporte destes, se continuar assim vao precisar de fazer um carro.correr por vez, o mais rápido ganha mas corre sozinho ou fazer corridas com saftcar

  2. MarceloDiz:

    O que ele quer, cortar caminho, espremer os outros pilotos no muro e zigue zaguear na pista para não ser ultrapassado? Esses pilotos estão querendo inversão de valores para continuarem a competir? Penso então que lisura não está no vocabulário e nem no manual de atitudes corretas deles.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

Publicidade
Publicidade
Publicidade