Fórmula 1

  • Crédito: Divulgação/Lotus

    Motivo da saída de venezuelano seria uma dívida da estatal PDVSA com a Renault.

Pastor Maldonado deixa categoria em 2016

Venezuelano confirma rescisão com a Renault e anuncia retirada após cinco anos na F1
Por: Agência EFE - 02/02/2016 09:28:31

O piloto venezuelano Pastor Maldonado anunciou nesta segunda-feira que não disputará a temporada 2016 do Campeonato Mundial de Fórmula 1, nem pela Renault, nem por qualquer outra escuderia. 

"Hoje (segunda-feira), com a maior humildade, informo que não estarei presente no grid de largada de F-1", explicou o ex-piloto da Williams e da Lotus, em comunicado.

Maldonado não divulgou detalhes do rompimento com a Renault, que já o havia anunciado como piloto titular para 2016. Segundo a revista "AutoSport", o dinamarquês Kevin Magnussen substituirá o venezuelano.

"Obrigado, sinceramente, por todas as mensagens de apoio, paixão e preocupação, em direção ao meu futuro", completou Maldonado, que prometeu revelar seu futuro nos próximos dias.

De acordo com a imprensa especializada, a mudança de planos da Renault aconteceu por conflito com a estatal venezuelana PDVSA, patrocinadora do piloto, por causa de uma dívida.

Maldonado tinha contrato até 2017 com a Lotus, que venceu os direitos integrais para a montadora francesa. 

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *