Fórmula 1

  • Crédito: Srdjan Suki/EFE

    Sebastian Vettel, Nico Rosberg e Valtteri Bottas: os melhores tempos.

Não tem nada conquistado, diz Rosberg

Alemão descarta facilidades na Rússia, mas admite que 10º lugar de Hamilton ajuda
Por: Agência EFE - 30/04/2016 15:55:17

O alemão Nico Rosberg, da Mercedes, admitiu neste sábado, após cravar a pole position para o Grande Prêmio da Rússia, que os problemas que colocaram o britânico Lewis Hamilton, companheiro de equipe, na 10ª colocação, o ajudam, mas não são garantia de vitória. "Certamente, faz com que minha corrida seja mais fácil, mas a Fórmula 1 nunca é simples. Os rivais estão sempre por aí, por exemplo, Sebastian (Vettel) e Valtteri (Bottas). Por isso, é preciso fazer o melhor trabalho possível", garantiu.

Vencedor das três etapas disputadas até aqui em 2016, Rosberg voltou a elogiar muito o desempenho do carro, com que cravou o tempo de 1min35s417, ficando mais de um segundo a frente do companheiro de Felipe Massa na Williams, que largará no segundo posto. "Estou muito satisfeito, porque o equilíbrio do carro era muito bom (na classificação) e porque fizemos grandes progressos durante este fim de semana", disse o alemão.

Líder disparado da temporada, com 75 pontos, contra 39 do segundo colocado Hamilton, Rosberg descartou que a arrancada espetacular, com as três vitórias, já coloque o título de campeão em suas mãos. "Este ano só fizemos três corridas e meia, das 21 que constam no calendário. Por isso, não dá para dizer que o campeonato já acabou", avaliou.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *