Fórmula 1

  • Crédito: Yuri Kochetkov/AFP

    Nico Rosberg guiou com perfeição e ainda fez a volta mais rápida.

Nico Rosberg 100% e sete vezes vitorioso

Alemão persegue recorde de vitórias de Sebastian Vettel, que tem 9 triunfos seguidos
Por: Redação - 01/05/2016 10:01:54

O alemão Nico Rosberg conseguiu neste domingo sua sétima vitória consecutiva na Fórmula 1 - quatro na temporada 2016 e três da temporada 2015 -, ampliando sua vantagem no campeonato. Com o triunfo, além de 100%, o piloto da Mercedes-Benz se aproxima do recorde de vitórias seguidas, que pertence a Sebastian Vettel, quando competia pela Red Bull, e que conseguiu nove triunfos. Na carreira, essa foi a 18ª vitória de Nico Rosberg na Fórmula 1.

Ainda que tenha feito uma espetacular corrida de recuperação, Lewis Hamilton não conseguiu ameaçar a conquista do companheiro de Mercedes-Benz. O britânico largou na 10ª posição, levou vantagem na largada e ao final da primeira volta já estava na quinta colocação, ameaçando Felipe Massa. Depois, superou as Williams e a Ferrari de Kimi Raikkonen, mas daí Nico Rosberg já havia aberto a vantagem necessária para consolidar a vitória sem sustos e ainda cravar a volta mais rápida da prova na penúltima volta.  

Na largada, Nico Rosberg, Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen preservaram suas posições, com Felipe Massa acompanhando à distância. Lá atrás, confusão total. Houve um verdadeiro “strike”, com Esteban Gutierrez e Nico Hulkenberg se tocando, envolvendo também Sergio Perez. Mais à frente, Daniil Kviat engavetou Sebastian Vettel duas vezes. Na primeira, furou o pneu traseiro direito da Ferrari; na segunda, a Red Bull do russo jogou o alemão para fora da corrida.

Vettel abandou a prova xingando o que podia o russo. Os dois já haviam protagonizado uma discussão no GP da China, quando Vettel acusou Kvyat de ter sido imprudente na largada, ocasionando seu choque com Kimi Raikkonen na primeira curva. Neste episódio o alemão exagerou, mas no GP da Rússia Kvyat exagerou. A ponto de ter pagado um drive-thru. Inconformado, Vettel ainda foi reclamar no boxe da Red Bull, com Christian Hornet, sobre as atitudes de Kvyat.

Exceto as batidas em sequência, a recuperação de Lewis Hamilton e a vitória de Nico Rosberg, chamou a atenção a prova da McLaren. Fernando Alonso finalizou na 6ª colocação, com Jenson Button em 10º. Já o brasileiro Felipe Nasr comemorou ter conseguido levar a Sauber até o final da corrida, porém com sofrimento na pista travada de Sochi. Neste circuito, Nico Rosberg não havia conseguido concluir a prova em 2014 e em 2015. Agora, livrou-se da má sorte para já começar a visualizar seu primeiro título.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *