Fórmula 1

  • Crédito: Andre Pichetti/EFE

    Lewis Hamilton e Nico Rosberg: qualifying foi burocrático no Canadá.

Hamilton lamenta falta de "batalha" por pole

Piloto esperava um duelo maior para conseguir o lugar de honra no grid do GP do Canadá
Por: Agência EFE - 11/06/2016 20:04:10

O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, admitiu neste sábado que esperava uma batalha final nos últimos segundos do treino de classificação para o Grande Prêmio do Canadá, mas que está satisfeito por ter sido o mais rápido do dia.

"Não é necessariamente a maneira com que você espera que as coisas aconteçam, conseguindo uma pole position sem uma real batalha na volta final. Só que dá no mesmo, da maneira que vier", avaliou o campeão dos dois últimos mundiais.

Hamilton cravou o melhor tempo no Q3, em 1min12s812, logo na primeira tentativa. Depois, nem ele nem o alemão Nico Rosberg, também da Mercedes, conseguiram melhorar os tempos estabelecidos anteriormente. O companheiro do britânico foi o segundo mais rápido, com o tempo de 1min12s874.

"Acho que tinha mais tempo para encontrar na pista, mas fico feliz com o que fiz na primeira tentativa", avaliou o dono do carro de número 44.

No Canadá, mais especialmente no circuito Gilles Villeneuve, Hamilton disse se sentir muito a vontade, especialmente por causa do traçado desafiador, em que é preciso andar no limite para superar os adversários.

"Esta pista se encaixa com meu estilo, por isso, acho que sou forte no primeiro setor, especialmente", disse o britânico, sobre o local onde venceu pela primeira vez na Fórmula 1.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *